0

Plano de saúde: 10 dicas para escolher o seu

Está formando sua família e com dúvidas de qual plano de saúde escolher? Confira nossas dicas e fique despreocupada:

  1. Escolha um plano de saúde adequado às suas necessidades. Existem homens, por exemplo que pagam o módulo osbtetrícia sem saber. Nesse caso, o cliente pode cancelar o adtivo e pedir devolução proporcional das parcelas quitadas.
  2. Peça referência dos hospitais credenciados. Nem todos precisam ser cinco estrelas, mas pelo menos um deles deve dispor de condições mínimas, como uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e oferecer, entre outros tratamentos, sessões de quimioterapia e de radioterapia.
  3. Questione o alcance territorial do serviço. Os convênios, mesmo que regionais, têm de prever atendimentos em outras localidades e não somente na cidade que você mora. Por lei, a empresa deve contar com a hipótese de urgência para os usuários em trânsito.
  4. Caso deseje um plano com reembolso de consultas, analise o prazo e as condições paraa devolução do dinheiro. Busque um com valores compatíveis as de mercado, em especial se já contar com médicos de sua confiança que não atendam por convênios.
  5. Informe-se sobre as condições para emissão de guia de autorização para consultas e exames. Algumas operadoras exigem a presença do cliente em sua sede em dias e horários limitados. Isso fere o Código de Defesa do Consumidor. Elas têm de oferecer outro meio, como e-mail ou fax para disponibilizar o documento.
  6. Todas as seguradoras devem estar credenciadas na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Antes de fechar o contrato com uma empresa, entre no site www.ans.gov.br, confira qual a nota atribuída a ela e veja se conta com um desempenho satisfatório na avaliação.
  7. Verifique no ste do Procon www.procon.sp.gov.br ou no Tribunal de Justiça de seu estado o número de reclamações ou de processos da seguradora. Esse é considerado um bom termômetro para medr a aceitação da firma em relação aos demais clientes.
  8. Antes de contratar um plano, faça um teste. Ligue no serviço de atendimento ao cliente para tentar utilizar algum serviço. Arrisque, por exemplo, marcar um exame de rotina e analise a recepção e a rapidez em responder às suas dúvidas e expectativas.
  9. Preste atenção ao pagamento das mensalidades. A operadora pode cancelar o contrato quando houver atraso de mais de 60 dias, consecultivos ou não. Na prática, ela deve enviar uma notificação ao cliente, mas isso não costuma acontecer com muita frequencia. Assim, cabe a você consultar um advogado. Em geral, as decisões judiciais têm sido favoráveis aos consumidores.
  10. Lembre-se das promessas da companhia, pois a propaganda é um compromisso do fornecedor com o cliente. Em caso de não comprimento de algum serviço divulgado, a Justiça garante os direits do comprador.
Gostou? Compartilhe esse post em sua rede social
.

ARTIGOS RELACIONADOS

Comente!

Enviar Comentário
Por: Luiz Junior © 2019 Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Criação de sites.